8.30.2016

Pilotar ouvindo música: fones de ouvido e comunicadores geram multas

É muito comum vermos muita gente (muita gente mesmo) com fones de ouvido enquanto pilotam suas motocicletas. É bem comum (ainda mais, muito mesmo), motoristas de carro dirigirem com seus celulares grudados na orelha. Muita gente que não está nem aí para o que está acontecendo ao redor. Motoristas que não notam um motociclista, motociclistas que não ouvem o que está acontecendo fora de seus capacetes... Pois estão totalmente desatentos com as ruas e estradas.

É muito normal se distrair ouvindo música. E deixando a hipocrisia de lado, todos nós sabemos disso. Certo? Ok. Pois é. Seja no carro ou na moto, dirigir ou pilotar com fones de ouvido ou comunicadores gera multa. Não é considerado crime grave, mas leva uma boa grana de sua carteira e pode comer alguns pontos em sua carteira de habilitação.

Pessoalmente, eu nunca gostei muito de pegar estrada de moto com o fone de ouvido enfiado nas orelhas. Mesmo que seja uma música excelente, mesmo que eu estivesse inspirado a curtir o velho e bom Rock 'n' Roll. Sempre gostei de ouvir a música da própria moto, o som do motor, a troca de marchas, o som do escapamento e o que está acontecendo ao meu redor (caso seja uma via movimentada).


Gosto assim, pois mesmo que a moto esteja redondinha, que tudo esteja no seu devido lugar e a manutenção esteja em ordem, gosto de saber o que está acontecendo, se algo está errado, se tem alguma vibração fora de contexto... sabe, se a moto está com algum problema. E para os bons conhecedores de suas próprias motos, nada melhor que ouvir o que sua motocicleta tem a dizer para saber se está tudo bem. E eu adoro ouvir minha moto e conversar com ela.

Bom, quanto a multa, a coisa é mais ou menos assim, segundo o Código de Trânsito Brasileiro:

Capítulo XV - DAS INFRAÇÕES
Art. 252 - Dirigir o veículo:

I - com o braço do lado de fora;

II - transportando pessoas, animais ou volume à sua esquerda ou entre os braços e pernas;
III - com incapacidade física ou mental temporária que comprometa a segurança do trânsito;

IV - usando calçado que não se firme nos pés ou que comprometa a utilização dos pedais;

V - com apenas uma das mãos, exceto quando deva fazer sinais regulamentares de braço, mudar a marcha do veículo, ou acionar equipamentos e acessórios do veículo;

VI - utilizando-se de fones nos ouvidos conectados a aparelhagem sonora ou de telefone celular;

Infração - média; (Possivelmente 4 pontos na carteira).
Penalidade - multa.

Fonte: CTB Digital

Nota: recomendo a leitura do código de trânsito brasileiro. Sei que é um pouco chato, mas vale a pena. Informação que nos ajude é sempre bem-vinda.

Lembrando que no parágrafo VI, também se encaixam os comunicadores de capacete com ou sem fio (via bluetooth), ou qualquer tipo de comunicador e fones de ouvido e até mesmo enfiar o celular entre o capacete e o rosto (achando que é o cara do malabarismo facial). Não tem meio termo, e por mais que a gente dê uma de bobo na hora do vamos ver, sabemos que estamos errados.

Então não tem jeito. Se você é uma pessoa preocupada com sua segurança na estrada, você já sabe que isso pode encurtar sua vida. Se você é um daqueles que prefere se arriscar em tomar umas multas e possivelmente sofrer um acidente por distração, belezinha, mete bronca.

Então é isso por enquanto, irmandade. Grande abraço a todos e todas vocês.

Curta nossa página no Facebook: Panzer Riders Moto Clube

Veja também: