4.12.2012

Sol, chuva, barro, café, pão de queijo, dois Panzers e mais de 472 km numa quarta-feira

Depois de uma noite muito mal dormida, com pesadelo atrás de pesadelo, os dois despertadores marcados para as 5:30h despertam meia hora mais cedo. Banho, café, pão com manteiga. Me preparo e vou de encontro ao segundo panzer do dia. Chegando a casa de Ivo, estranhamente fora do horário, mais cedo que o combinado, “bom dia” para todos, outro gole de café, a esposa do panzer se preparando para mais um dia de trabalho, enfim, tudo dentro dos conformes. São 7h, sem chuva, com o céu parcialmente nublado, hora de queimar borracha.

O destino original tinha a cidade de São Carlos como foco. Depois dele, não se sabia. Porém, aconteceu de passarmos por Sanca e irmos direto para Limeira, pouco mais de 94 km de diferença.

De Monte Alto para Taquaritinga, de lá para Santa Ernestina, daqui para Dobrada e Matão, Bueno de Andrada, Araraquara, Ibaté, São Carlos, passando por Rio Claro, Santa Gertrudes, Cordeirópolis, e chegando à cidade de Limeira.

Pelo caminho, postos de combustível, novas amizades, um café a mais, os velhos e bons caminhoneiros e suas “cagadas” federais pelas estradas, um “quase” atropelamento de macaco, e pronto, vamos pra estrada novamente.

De volta a Monte Alto, cidade do Panzer Moto Clube, o caminho foi pela direita. Limeira, Araras, Leme, Pirassununga, Porto Ferreira, Santa Rita do Passa Quatro, Cravinhos, Ribeirão Preto, Sertãozinho, Barrinha, Jaboticabal e pronto, Monte Alto.

Ao todo, teoricamente, pouco mais de 472 km numa quarta-feira, 11 de abril de 2012. Porém, somando-se alguns trechos a mais para não pegarmos uma chuva tão forte, beiramos os 500 km de motocicleta pelo interior paulista.

Qual será o próximo giro?

Rock and Panzer Roll





























Veja também: